Home / Blog & Notícias / Grupos pró-vida nos EUA: Boicote a Pepsi por usar linhas de células fetais abortadas

Grupos pró-vida nos EUA: Boicote a Pepsi por usar linhas de células fetais abortadas

morulaFonte: Escrito por Steven Ertelt | Washington, DC | Tirado do Site LifeNews.com | 5/25/11

Tradução: Ana Paula Livingston – Apostolaso Spiritus Paraclitus

Dezenas de grupos pró-vida nos EUA estão chamando os americanos pró-vida para boicotar a companhia Pepsi por ter contrato com uma empresa que utiliza células fetais de bebês vítimas de abortos para testar e produzir intensificadores de sabor artificial.

LifeNews.com informou sobre a controvérsia em março, quando a informação veio à tona mostrando empresa de biotecnologia Senomyx foi descoberta estar testando seus aditivos alimentares utilizando células fetais de abortos. Senomyx ignorou uma carta do grupo pro-vida Criancas de Deus pela vida (Children of God for Life), que se queixou sobre as suas práticas.

Os principais programas de sabor da companhia focaliza-se na descoberta e desenvolvimento de salgados, ingredientes com sabor doce e salgado que permitem a redução de MSG, açúcar e sal nos seus produtos alimentares e bebidas, diz o site da Senomyx. “Usando receptores gustativos isolados de seres humanos, criamos receptor baseado em sistemas de análise de sabor que fornece uma leitura bioquímica ou eletrônica quando um ingrediente de sabor interage com o receptor.”

Debi Vinnedge, do grupo pró-vida, explicou: “O que eles não dizem ao público é que eles estão usando HEK 293 – células embrionárias do rim retirado de um bebê abortado eletivamente para produzir esses receptores. Eles poderiam facilmente ter escolhido animal, inseto ou outras células humanas moralmente obtidas que expressam a proteína G para os receptores de sabor.”

Depois de expor a prática, o grupo da Debi Vinnedge pediu para as pessoas pró-vida contactar as empresas que estavam usando a companhia Senomyx para testar seus produtos. Enquanto algumas empresas terminaram contratos com ela, outros não.

Agora, Vinnedge diz hoje que a Pepsi está financiando a pesquisa e desenvolvimento, pagando direitos autorais a Senomyx para usar células embrionárias humanas do rim para a produção de realçadores de sabor para bebidas Pepsi.

“Há muitas outras opções que a Pepsi poderia estar usando em vez de células de bebês abortados, incluindo insetos, animais, ou outras células humanas moralmente obtidas”, disse ela ao LifeNews. “A revelação – a possibilidade de um pesadelo na relação publica – motivou a companhia americana Campbell Soup a cortar todas as relações com a Senomyx. No entanto, a Pepsi continua seu relacionamento de negócios, apesar da conexão com o aborto. Sua resposta no início deste ano atraiu a ira do público, quando escreveu que “a nossa colaboração com a Senomyx é estritamente limitada a criação de baixas calorias, e de bebidas de grandes sabores para os consumidores.”

“Quando pressionado ainda mais, a PepsiCo tenteu pacificar consumidores irritados com uma antiga carta de resposta em que insinuou que tinha sido acusada da realização de pesquisas de tecido fetal abortado”, acrescentou. “A duplicidade novamente chamou a indignação pública.”

Brad Mattes do Life Issues Institute é outro líder pró-vida pedindo por um boicote.

“Enquanto as células de bebês abortados, em verdade, não estão no próprio produto, a aproximidade da relação é suficiente para repelir a maioria dos consumidores. Ao nosso conhecimento, esta é aprimeira vez que um produto alimentar tem sido publicamente associado com o aborto.”, disse ele.

Senomyx tem que ter mais de 800.000 sabores únicos para os alimentos, Vinnedge diz, mas células que expressam certas proteínas produzem um sinal químico quando os sabores são introduzidos, que determina se eles alcançaram o sabor adequado.As células de bebês abortados não estão no próprio produto.

Organizações pró-vida estão pedindo ao público para boicotar todos os produtos de bebidas da Pepsi e incentivar os consumidores a contactar a Pepsi solicitando que a companhia corte todos os laços com Senomyx.Os consumidores também são encorajados a contactar a companhia Campbell Soup e agradecê-los por responder `as preocupacoes pró-vida.

Os grupos americanos pró-vida que se juntaram ao “Criancas de Deus pela vida” (Children of God for Life) no boicote ate hoje são:

American Life League, Life Issues Institute, Concerned Women for America, Colorado Right to Life, American Right to Life, Sound Choice Pharmaceutical Institute, ALL Arizona, Central Nebraskans for Life, Pro-Life Waco, Houston Coalition for Life, Mother and Unborn Baby Fox Valley, Womankind, Billboards for Life, Movement for a Better America, Defenders of the Unborn, Focus Pregnancy Help Center, Idaho Chooses Life, EMC Frontline Pregnancy Centers of NY, Four Seasons for Life, CREDO, Life Choices, STOPP Dallas, CA Right To Life, Human Life Alliance, International Right to Life Federation, Operation Rescue and Pro-Life Nation e LifeNews.com.

Entrem em ação: Contatem essas companhias…

Jamie Caulfield, Sr. VP
PepsiCo, Inc.
700 Anderson Hill Road
Purchase, NY 10577
(914) 253-2000
Email form: http://cr.pepsi.com/usen/pepsiusen.cfm?time=5189878

Edmund M. Carpenter, Chair, Corporate Development
Campbell Soup
1 Campbell Place
Camden, NJ 08103-1701
1-800-257-8443
Email form: http://campbellsoupcompany.com/Feedback.aspx

Check Also

Autoridade vaticana: A teologia da libertação não faz falta para cuidar dos pobres

ROMA, 26 Ago. 13 / 01:30 pm (ACI/EWTN Noticias).- O secretário da Pontifícia Comissão para …