Home / Cartas do Leitor / Leitor diz que cientista ateu contesta as vias da existência de Deus segundo São Tomas de Aquino

Leitor diz que cientista ateu contesta as vias da existência de Deus segundo São Tomas de Aquino

PERGUNTA

Enviado por: L. S.
Local: BA – Bahia
Religião: Católica

Minha dúvida é em relação as ”5 vias” de são tomás… – Um físico ateu falando sobre as vias, afirma: ”…existem uma serie de ocorrências fisicas que são eventos sem causa..exemplos: decaimento radioativo e emissão de luz por atomos excitados..” ou seja, isso iria contra os principais argumentos: ”do nada, nada se cria”, ” causa= efeito”, ”primeiro motor”…mas sabemos que ciência e fé não podem se contradizer. Como entender então esses eventos citados pelo físico?

_ _ _ _

REPOSTA

Boa Tarde L. S. , Salve Maria !!!

“Ninguém afirma: `Deus não existe’ sem antes ter desejado que Ele não exista”, é bem parecido a um devedor insolente querendo que seu credor não exista. Da mesma forma o pecador que não quer deixar seu pecado, passa desta forma a negar existência de Deus.

Por isso, quando se dá as provas da existência de Deus para alguém, não se deve esquecer que a maior força a vencer não é a dos argumentos dos ateus, e sim o desejo deles de que Deus não exista. Não adiantará dar provas a quem não quer aceitar, mesmo que seja clara como a luz. Em todo caso, as provas de  São Tomás a respeito da existência de Deus têm grande brilho que convence a qualquer um que tenha um mínimo de bom senso e retidão intelectual.

Segundo o que escreveu, parece ter um cientista dito existir uma série de ocorrências físicas que são eventos sem causa. Darei um exemplo que poderá desmascarar muito bem a falácia do referido “cientista”. Uma das questões muito bem utilizadas por cientistas ateus é referente à lei da termodinâmica.

PROBLEMA: De acordo com a Primeira Lei da Termodinâmica: “a energia não pode ser criada,nem destruída”. Sendo assim, então, o universo é eterno, já que ele é feito de energia, que é indestrutível. Entretanto, a Bíblia indica que o universo teve um “princípio” e que não existia antes de Deus o ter criado (Gn 1:1). Não é isto uma contradição entre a Bíblia e a ciência, como também, uma contradição entre as cinco provas da existência de Deus segundo São Tomas de Aquino, já que a energia não teria uma causa?

SOLUÇÃO: Na realidade não há contradição alguma, apenas opiniões errôneas visando persuadir pessoas a cair no erro interpretando fatos de maneira totalmente equivocadas. A evidência dos fatos indica que o universo não é eterno, mas que realmente teve um princípio, tal como a Bíblia diz. Algumas observações são relevantes para entendermos esta questão.

Em primeiro lugar, a Primeira Lei da Termodinâmica, com freqüência, é incorretamente enunciada com a expressão: “a energia não pode ser criada”. Entretanto, a ciência baseia-se na observação, e afirmações como esta – que diz que a energia não pode ser criada – não se baseiam na observação (como qualquer afirmação que use “pode” ou “não pode”), mas são afirmações dogmáticas. A Primeira Lei da Termodinâmica deveria ser corretamente enunciada da seguinte maneira: “[Até o ponto em que se pode observar] o total de energia presente no universo permanece constante”. Ou seja, pelo que se sabe, a quantidade total de energia presente no universo não está diminuindo nem aumentando. Posto desta forma, a Primeira Lei não faz referência alguma quanto à origem da energia nem quanto ao tempo em que ela está presente no universo. Assim, ela não contradiz a declaração de Gênesis de que Deus criou o universo Em segundo lugar, outra lei científica perfeitamente aceita é a Segunda Lei da Termodinâmica. Ela afirma que “o total da energia utilizável no universo está diminuindo”. De acordo com esta lei, o universo está decaindo. Sua energia está sendo transformada em calor, que não é utilizável. Sendo assim, o universo não é eterno, porque, se o fosse, a sua energia utilizável já se teria esgotado há muito tempo. Ou, em outras palavras, se o universo está se desfazendo (tendo a sua energia degradada), então houve um tempo em que toda a energia foi feita. Se houvesse uma quantidade infinita de energia, ela não estaria decaindo no universo. Portanto, o universo teve um princípio, tal como Gênesis 1:1 diz.

Com o exemplo descrito se tem uma noção de como certos enunciados baseados na observação científica são distorcidos por alguns cientistas e ateus para favorecer a sua visão materialista. Portanto, o que o suposto “cientista” devia dizer, é: “Não é que o fenômeno não possui causa, e sim que a causa do mesmo ainda não pode ser explicada de forma devida”. Sendo assim, nenhuma destas falsas afirmações(mentiras) poria em dúvida ao que diz a Sagrada Escritura, como também, uma das cinco vias da existência de Deus segundo São Tomas de Aquino.

Indico a leitura do livro: Física do Cristianismo. UM FÍSICO DE RENOME DEMONSTRA QUE AS CRENÇAS FUNDAMENTAIS DO CRISTIANISMO SÃO TOTALMENTE CONSISTENTES COM AS LEIS DA FÍSICA.

In corde Iesu et Mariae,
Mendes Silva – Apostolado Spiritus Paraclitus

Check Also

Porque quando ouvimos relatos de aparições ou comunicação de santos ou pessoas que foram católicas, e quando acontece a mesma coisa com o espirita por exemplo é o demonio.

Enviado por D. E. B. Religião: catolico Estado: PR – Paraná Corpo da mensagem: Boa …