Home / Doutrina / Liturgia - Sacramentos / O padre pode se recusar a batizar uma criança?

O padre pode se recusar a batizar uma criança?

Pergunta: 

Meu filho e sua esposa pediram a um padre que batizasse seu filho. O padre disse que como eles não são católicos praticantes, seria melhor que a criança não fosse batizada porque ela precisa ser educada dentro da Igreja (o que não iria acontecer se os pais não fossem católicos praticantes). Como o batizado de uma criança pode ser algo ruim? 

Resposta: 

Se tanto o seu filho como a sua nora são católicos praticantes e eles querem batizar o filho deles, não haveria razões para o padre negar o batismo á criança. Se esse for o caso, eu recomendo que seu filho e sua nora mostrem ao padre essa citação do Papa Bento XVI, respondendo se aos filhos de católicos não praticantes deve ser negado o batismo: 

Quando eu era jovem, eu era muito severo. Eu disse: os sacramentos são os sacramentos da fé, e quando não existe fé, onde não existe a pratica da fé, os sacramentos podem não ser ministrados…Eu notei que temos que seguir o exemplo do Senhor que era sempre aberto com as pessoas que eram marginalizadas em Israel naquela época. Ele era o Senhor da messe, muito aberto em dialogar com as autoridades oficiais, com os pecadores, acolhendo a cada um deles ou se sentando com eles nas mesas de suas casas, atraindo-os para si mesmo em sua comunhão. (Audiência com os padres em 6 de agosto de 2008) 

Podemos dizer que o Papa está falando especificamente do sacramento da Eucaristia, mas, nos parece razoável aplicar suas palavras a outros sacramentos também- de forma especial, o do Batismo, o qual se faz necessário para a salvação.

 Entretanto, se seu filho e sua nora não estão bem resolvidos em relação á fé deles e também não tem a mínima intenção de se tornarem católicos praticantes, o padre tem o direito de lhes negar o Batismo. Um dos requisitos para o batismo de crianças é “que haja uma esperança fundada de que a criança será educada na religião católica. Se essa esperança é verdadeiramente falta, o batismo é, de acordo com as disposições do direito particular, seja adiada e os pais avisados ​​da razão para isso “(CIC 868 § 1).

 Fonte: http://www.catholic.com/quickquestions/shouldn%E2%80%99t-father-baptize-my-grandchild
Traduzido por Tiago Rodrigo da Silva – Apostolado Spiritus Paraclitus

Check Also

A confissão dos pecados

“Se na Igreja não existisse a remissão dos pecados, não existiria nenhuma esperança, nenhuma perspectiva …