Home / Blog & Notícias / Disputa a presidência dos Estados Unidos

Disputa a presidência dos Estados Unidos

(Londres, BR Press) – O milionário mórmon Mitt Romney acaba de ganhar, por pouco, a primeira interna dos republicanos e, pela segunda vez desde 2008, aparece como o primeiro mórmon que tem possibilidades de ser indicado e disputar a principal presidência do mundo.

Os EUA são um dos países industrializados onde a religião conta mais. Ali, todos os seus governantes foram protestantes, salvo o católico Kennedy. Enquanto os republicanos sempre dividiram chapas com os protestantes, os democratas tiveram três candidatos católicos à presidência (Smith-1928, Kennedy-1960 e Kerry-2004), e um judeu à vice-presidência (Lieberman-2000).

Os ancestrais de Romney cofundaram o mormonismo, seu pai foi pré-candidato em 1968. Romney organizou as Olimpíadas de Inverno em Salt Lake City 2002 (capital dos mórmons) e foi governador de Massachusetts (2003-2007).

Evangélicos

Várias posições de Romney (oposição ao aborto e às uniões gays; apoio à pena de morte e à atual estratégia dura no Oriente Médio) sintonizam com a direita evangélica de seu partido, mas muitos deles consideram que os mórmons não são cristãos.

Ainda que os mórmons proclamem ser “a igreja de Jesus Cristo dos Santos dos últimos dias”, muitos cristãos crêem que eles são uma religião distinta.

América

Eles surgiram em 1830, postulando que o resto das igrejas são demoníacas e falsas; negam a Santíssima Trindade e concebem que Jesus e Jeová são um só; pregam o batismo dos mortos e a validade do matrimônio até a outra vida; e não usam a cruz, pois asseguram que Jesus reviveu nas Américas.

No Livro dos Mórmons, seu “terceiro testamento”, eles contam uma elaborada história das Américas onde todos os seus habitantes nativos são provenientes dos judeus que criavam cavalos, vacas e cordeiros antes da conquista européia, e todas as cidades e povos que mencionam não têm um passado arqueológico.

Poligamia

Até 1890-1904 incentivavam a poligamia e até 1978 proibiam os negros de exercer o sacerdócio. Possuem um profeta vivo que, usualmente, vai modernizando suas crenças, e que prega que todos os seus jovens devem prestar um serviço missionário de dois anos, graças ao qual são uma das religiões que conseguem captar mais dinheiro e adeptos.

Mesmo que Romney não consiga a indicação oficial dos republicanos, sua atual boa performance é um grande incentivo para a influência deste culto na megapotência e no mundo.

(*) Isaac Bigio vive em Londres e é pós-graduado em História e Política Econômica, Ensino Político e Administração Pública na América Latina pela London School of Economics. É um dos analistas políticos latino-americanos mais publicados do mundo.

Traduzido por Lair Mitterhoffer Monteiro – Colaborado do Apostolado Spiritus Paraclitus

Check Also

Autoridade vaticana: A teologia da libertação não faz falta para cuidar dos pobres

ROMA, 26 Ago. 13 / 01:30 pm (ACI/EWTN Noticias).- O secretário da Pontifícia Comissão para …