Home / Blog & Notícias / Famosa blogueira ateísta se torna católica: bem-vinda, Leah Libresco!

Famosa blogueira ateísta se torna católica: bem-vinda, Leah Libresco!

leahlibrescoMark Shea gosta de descrever a blogueira Leah Libresco como “a minha ateia favorita”, e eu estou com ele. Leah é uma lufada de ar fresco para contrapor aos furiosos, fundamentalistas, retóricos e intolerantes novos ateus como Richard Dawkins, Sam Harris e o falecido Christopher Hitchens.
Em contraste com eles, Leah é calma e muito refinada. Ela é brilhante e extremamente boa de se ler. E ela não tem medo de examinar objetivamente suas crenças.
Ela começou seu blog, “Jugo desigual“, enquanto namorava um jovem católico, usando-o como uma caixa de ressonância para os argumentos sobre (e contra) religião. O blog acabou por ser renomeado por Patheos e cresceu em um lugar onde outros de espírito sério poderiam dialogar sobre as grandes questões da vida. Foi realmente um dos poucos paraísos on-line onde ateus e crentes poderiam conversar.
Conforme o tempo passava, Leah avançou mais e mais perto do catolicismo de seu namorado. Ela conversou com os diáconos, padres e dominicanos, e até frequentou aulas de RCIA por um tempo. Ela leu dezenas de livros apologéticos e lutou com os argumentos. Mas algo se alterou. Ela e seu namorado terminaram seu relacionamento após dois anos de namoro e ela saiu da OICA (ou, de acordo com Leah, foi “expulsa”.) Parecia que Leah seria para sempre trancada em seu ateísmo como, para ela, pelo menos, oferecia a visão mais atraente do mundo.
Mas a maré mudou de novo.

Esta manhã, Leah veio a público com a notícia de que ela decidiu se converter ao catolicismo, e eu não poderia estar mais feliz. Eu sei que eu tenho orado por sua conversão várias vezes, sempre pensando que ela seria um grande católica. E com esta notícia, parece que vai acontecer.
Hoje o céu está rugindo com alegria. Tenho certeza de que os antepassados ​​Leah estão torcendo mais alto, os grandes intelectuais convertidos que abriram o caminho para Leah e tantos outros como Agostinho, Newman, Lewis, Chesterton, e Edith Stein.
Como a maioria das conversões, a de Leah não vai ser apenas interior. Vão vir muitas mudanças externas também. Como um sinal digital de seu interior uma realidade sacramental online?-Leah blog Patheos estará movendo-se do canal de ateu para o canal católico amanhã. Em seu último post de hoje no canal Ateu, ela conta um pouco do pensamento que levou a sua conversão:

“Eu acreditava que a Lei Moral não era apenas uma verdade platônica, abstrata e distante. Acontece que eu realmente acreditava que era algum tipo de Pessoa, bem como a Verdade. E havia uma religião que parecia ser o caminho mais promissor para chegar de volta para que a Verdade viva. Perguntei ao meu amigo o que ele sugeriria que fizéssemos agora, e rezamos o ofício noturno da Liturgia das Horas juntos (eu a mantive comigo desde então). Então eu sugeri que nos abraçássemos e tocássemos Mumford and Sons muito, muito alto.”

Se você tiver uma chance, vá até o blog de Lia e ofereça algumas palavras de incentivo. A conversão, como eu bem sei, é difícil o suficiente de uma tradição cristã para outra. Mas quando você se move do ateísmo ao catolicismo, os críticos são cruéis. Sem dúvida, os ateus se reunirão para o blog Leah, hoje com suas críticas habituais:

  • “Você nunca foi uma ateia de verdade.”
  • “Por que você está abandonando sua razão?”
  • “Você não precisa se converter para viver uma vida moral.”
  • “Você só está fazendo isso por causa de buscar patrocínio.”

Mas não os escute, Leah (como se eu tivesse de lhe dizer isso) A verdade é uma mestra que deve ser seguida sempre aonde leva, mesmo em salas sem iluminação e câmaras sombrias. No entanto, quando as luzes se acendem e a música toca, você vai reconhecer a casa.
Então bem-vinda, bem-vinda, bem-vinda! A Igreja precisa de você, Leah, e será tão agraciada por ter você. De um blogueiro convertido para outro, desfrute da aventura!

“E assim por um tempo parecia que todas as aventuras foram chegando ao fim, mas que não era para ser.”
– C.S. Lewis, “O Leão, a Feiticeira e o Guarda-Roupa”

Fonte: http://brandonvogt.com/

Check Also

Autoridade vaticana: A teologia da libertação não faz falta para cuidar dos pobres

ROMA, 26 Ago. 13 / 01:30 pm (ACI/EWTN Noticias).- O secretário da Pontifícia Comissão para …