Home / Blog & Notícias / Sacerdote católico que apóia o “matrimônio” gay nos EUA é suspenso

Sacerdote católico que apóia o “matrimônio” gay nos EUA é suspenso

sacerdote001A HAIA, 24 Set. 12 / 02:52 pm (ACI).- O Arcebispo de Los Angeles (Estados Unidos), Dom José Horacio Gómez, suspendeu de seu ministério sacerdotal ao padre Joseph Palacios, por sua constante promoção do “matrimônio” entre pessoas do mesmo sexo.

O diretor de meios da Arquidiocese de Los Angeles, Tod Tamberg, confirmou ao grupo ACI que o presbítero foi suspenso de suas funções sacerdotais no mês de junho.

Devido à sua suspensão, o padre Palacios está impedido de celebrar Missa ou administrar os sacramentos, tampouco pode vestir-se com a veste clerical nem apresentar-se publicamente como sacerdote católico.

Palacios fundador do grupo Catholics for Equality (Católicos pela Igualdade), um grupo que defende o “matrimônio” de pessoas do mesmo sexo, assim como outros “direitos” para os gays, as lésbicas, bissexuais e transexuais.

O presbítero se identifica como “um homem gay e um sacerdote gay e celibatário”.

Conforme assinala o jornal National Catholic Register, a suspensão seguirá vigente enquanto continue o padre siga politicamente ativo. Em uma entrevista oferecida neste último 10 de setembro, o presbítero recentemente suspenso disse que não se apresenta como sacerdote quando promove o “matrimônio” de pessoas do mesmo sexo.

Entretanto, em fevereiro deste ano, em um painel titulado “O Matrimônio de mesmo sexo nos Estados Unidos: Onde estamos como Nação”, organizado pela Woodrow Wilson School na Universidade de Princeton, Palacios apareceu vestido de sacerdote e foi apresentado como “o Padre Joseph Palacios”.

No evento Palacios disse, entre outras coisas, que “ser pró-vida significa ser pró-gay”.

O Arcebispo de Washington, Cardeal Donald Wuerl, e o Arcebispo Militar dos Estados Unidos, Dom Timothy Broglio, indicaram publicamente que a organização que dirige Palacios não é legitimamente católica.

Palacios ingressou no noviciado jesuíta em 1992. Deixou a Companhia de Jesus em outubro de 2004 sem ter feito sua profissão perpétua, conforme explicam os jesuítas da Província de Califórnia.

Check Also

Autoridade vaticana: A teologia da libertação não faz falta para cuidar dos pobres

ROMA, 26 Ago. 13 / 01:30 pm (ACI/EWTN Noticias).- O secretário da Pontifícia Comissão para …