Home / Devoções / ROSÁRIO: VÃS REPETIÇÕES?

ROSÁRIO: VÃS REPETIÇÕES?

amisterios-del-rosario.jpgÉ sumamente importante que, como católicos, saibamos dar razões de nossa fé (1Pe 3,15) e apresentemos o seu fundamento bíblico. Neste caso, o Papa João Paulo II, na sua recente Carta sobre o Rosário nos convocou a mostrarmos os fundamentos bíblicos do mesmo, com sua riqueza espiritual e sua validade pastoral. Com alegria, compartilharemos algumas respostas católicas imediatas que temos dado aos que nos contestam, afirmando ser o rosário um conjunto de vãs repetições:

1º – Jesus nos ensinou a orar assim

É falso que a Bíblia proíba repetir palavras na oração. Quando, no evangelho de São Mateus, Jesus nos diz que não se fala muito na oração, vemos o mesmo versículo nos esclarece que Ele estava se referindo aos pagãos, que acreditavam que por fazer palavreados vãos, seriam ouvidos.

A proibição não é a de “repetir palavras”, mas fazer isso sem sentido interior e profundo, pensando que a força está na repetição de palavras, como o fazia um pagão.

Se alguém te dizer o contrário, responda que o próprio Jesus nos deixou o exemplo de rezar repetindo palavras. Foi isso que aconteceu. E foi num dos momentos mais importante da Vida de Nosso Senhor Jesus Cristo, pois Ele sabia que era chegada a hora de se entregar para a nossa salvação. É a Oração do Horto das Oliveiras. Como foi esta oração? Vejamos o que a Bíblia nos diz:

“Retirando-se de novo, orou repetindo as mesmas palavras” (Mc 14,39).

Se Jesus “orou repetindo as mesmas palavras”, então também nós podemos fazer o mesmo. A menos que alguém diga que Jesus estava errado fazendo assim. Mesmo que o leitor não creia, alguns chegarão ao ponto de afirmar isso, para não reconhecer seu próprio erro!

2º. Os salmos contém orações repetitivas

Nos parece que nossos irmãos evangélicos não têm lido atentamente a Palavra de Deus, pois nela vemos que vários Salmos da Bíblia são orações cujas partes vão se repetindo a cada dois ou três versículos. Isso é muito comum na Bíblia. Por exemplo:

O Salmo 29 repete: “Voz do Senhor”;

O Salmo 46 repete: “O Senhor dos Exércitos está conosco”;

O Salmo 80 repete: “Restaura-nos, ó Deus”

O Salmo 107 repete: “Rendam graças ao Senhor por sua bondade”

3º – O rosário é evidentemente uma oração bíblia

– No Rosário repetimos palavras assim como Jesus fez (Mc 14,39);

– O Pai Nosso está na Bíblia (Mt 6,9-13);

– Grande parte da Ave-Maria está na Bíblia (Lc 1,28-55; Jo 2,1-11);

– O Glória (Louvor Trinitário) está na Bíblia (2Cor 13,13-14);

– Os mistérios do Rosário são passagens bíblicas:

 Mistérios  gozosos

1º Mistério: A Encarnação do Filho de Deus (Lc 1,26-38);

2º Mistério: A Visita de Maria à Santa Isabel (Lc 1,39-45);

3º Mistério: O Nascimento de Jesus (Lc 2,1-7);

4º Mistério: A Apresentação do Menino Jesus (Lc 2,22-34);

5º Mistério: Perdido e Reencontrado no Templo (Lc 2,41ss).

 Mistérios  luminosos

1º Mistério: O Batismo de Jesus no Jordão (Mc 1,9-10);

2º Mistério: A Auto-Revelação nas Bodas de Caná (Jo 2,1-11);

3º Mistério: O Anúncio do Reino e o Convite à Conversão (Mc 1,15);

4º Mistério: A Transfiguração (Mc 9,2-8);

5º Mistério: A Instituição da Eucaristia (Lc 22, 19).

 Mistérios  dolorosos

1º Mistério: A Oração de Jesus no Horto (Mc 14,32-38);

2º Mistério: A Flagelação de Jesus (Mc 15,15);

3º Mistério: A Coroação de Espinhos (Mc 15,16-19);

4º Mistério: Jesus com a Cruz às Costas (Mc 15,21-22);

5º Mistério: A Crucificação e a Morte de Jesus (Jo 19,18-30).

 Mistérios  gloriosos

1º Mistério: A Ressurreição de Jesus Cristo (Mt 28,1-6);

2º Mistério: A Ascensão de Jesus (Mc 16,19-20);

3º Mistério: A Vinda do Espírito Santo (Mc 15,16-19);

4º Mistério: A Assunção de Maria ao Céu (Ap 12,14; Ct 6,10);

5º Mistério: A Coroação de Maria (Ap 12,1).

Ainda que a muitos não agrade ou pensam que não necessitam rezá-lo, se há algo de bíblico, isso é o Rosário, como vimos pelas evidências que já mostramos.

Outra coisa, por acaso um marido aborreceria sua esposa, se lhe repetisse: “te amo”, “te amo”, “te amo”…? É claro que não! Muito pelo contrário!

Da mesma forma é o Rosário, um “ramalhete de rosas” para Maria, pedindo sua intercessão e glorificando Nosso Senhor Jesus Cristo, pois o Rosário gira em torno de Cristo.

Texto: Martín Zavala “Misioneros de la Palabra” – Tradução: Fábio Alexandro Sexugi