Home / Blog & Notícias / Religiosas ameaçadas de serem multadas por alimentar os pobres em Miami

Religiosas ameaçadas de serem multadas por alimentar os pobres em Miami

s001

MIAMI, 05 Abr. 13 / 03:22 pm (ACI/EWTN Noticias).- Há poucos dias, a cidade de Miami (Estados Unidos) notificou as missionárias da caridade, que servem os pobres na cidade, alimentando mais de 300 pessoas diariamente, que poderiam ser multadas por gerenciar o seu “negócio” de alimentar os pobres.

A insólita notificação foi colocada em um poste de luz de fora da casa, onde as irmãs servem os indigentes e desabrigados que, se não fosse pelas Irmãs da família espiritual fundada por Madre Teresa de Calcutá, simplesmente teriam nada para comer.

O aviso de 20 de março foi recentemente publicado nesta quarta-feira, 2 de abril pelo jornal El Nuevo Herald em sua íntegra. Esta afirma que a operação de um ‘negócio´ sem uma licença é ilegal perante a lei estadual e Municipal; por isso exigem legaliza-lo e solicitar permissão das autoridades para continuar seu trabalho com os pobres.

O documento adverte as irmãs que se elas continuam seu “negócio” de alimentar os indigentes gratuitamente, poderiam receber uma multa de até 100 dólares diárias.

“Não estamos operando um negócio. Nosso negócio é fazer o bem”, disse a Madre Superiora da casa dos missionárias da caridade, Irmã Lima Marie, ao El Nuevo Herald.

O que estamos violando?”, pergunta a freira e lembra que a única missão desta congregação católica religiosa fundada em 1950, para ajudar “os mais pobres entre os pobres” é “saciar a sede de Jesus na Cruz, trabalhando para a salvação e a santificação daa almaa”.

As Missionárias da caridade possuem 710 centros em mais de 133 países ao redor do mundo onde ajudam os menos favorecidos de diversas formas e estão presentes nos Estados Unidos desde a década de 70.

Check Also

Autoridade vaticana: A teologia da libertação não faz falta para cuidar dos pobres

ROMA, 26 Ago. 13 / 01:30 pm (ACI/EWTN Noticias).- O secretário da Pontifícia Comissão para …