O verdadeiro Jesus dos Evangelhos

61
Jesus Cristo é Deus
Jesus Cristo é Deus

A GRANDE MENTIRA MODERNA:
Jesus andava na companhia de ladrões e prostitutas.

A VERDADE CRISTÃ:
Jesus andava na companhia de ex-ladrões e ex-prostitutas.

OS FATOS

Aquelas pessoas com quem Jesus se encontrava por onde andava, quando reconheciam ser Ele o Salvador, mudavam de vida, permitiam-se ser transformadas por Ele, o que é a verdadeira CONVERSÃO. Não há conversão onde não há sequer desejo de mudar de vida. Aqueles que reconheciam ser Cristo o Salvador, O ouviam e, depois de instruídos por Ele, iam e não tornavam a pecar, conforme Ele exigia de seus fiéis. Mas essa parte do Evangelho geralmente é omitida, para agradar multidões que querem seguir Jesus para serem salvos, mas não querem se converter, querem ser amados por Cristo, mas não querem O amar de verdade. Poucos sabem o que é de fato conversão hoje, e são poucos os que falam de conversão, pois se criou uma crença que crê que o amor exclui a verdade, pois a verdade não aprova os erros. Hoje, por exemplo, é considerado intolerância dizer que é preciso mudar de vida para ser digno das promessas de Cristo.

EM SUMA:

No mundo em que vivemos, ao dizer “vá e não tornes a pecar (Jo 8,11)”, Cristo seria considerado um moralista hipócrita que esconde alguma coisa perversa por de trás de tal  rigidez. Ao pregar que é preciso “converter-se e crer no Evangelho (Mc 1,15)”, renascer por meio da água do Batismo (cf. Jo 3,5), ter cuidado para não seguir os falsos profetas (cf. Mt 24,11-12) e “perseverar até o fim para ser salvo (cf. Mt 24,13)”, Cristo seria considerado um criminoso terrorista de alta periculosidade, digno de prisão perpétua (se bobear a Cruz de novo) por intolerância, fanatismo, proselitismo, antissemitismo (afinal Ele convertia também judeus) e fundamentalismo (pois Ele defendia a existência do inferno). Ao pregar que os que O amam guardam seus Mandamentos e os que não O amam não guardam os seus Mandamentos (cf. Jo 14,15.24), e que os que não ouvem sua voz são filhos do diabo que querem fazer a vontade do pai da mentira (Jo 8), Cristo seria acusado do mais horrendo pecado mortal: Falta de amor e respeito no coração. E ao pegar num chicote para expulsar os vendedores do Templo (cf. Jo 2,15-16)? Nossa! Haveria hoje, talvez, um abaixo assinado na internet para destituir Cristo do posto de Segunda Pessoa da Santíssima Trindade e Cabeça da Igreja. E ao deixar o jovem rico ir embora sem dividir seus bens com os irmãos mais necessitados (cf. Mt 19,16-26)? Vish… Cristo seria acusado de inimigo dos pobres e partidário dos ricos, por não ser marxista e não tomar partido nem apoiar a luta de classes e as invasões de terras e propriedades. E ao ter um discípulo rico, José de Arimatéia (cf. Mt 27,57), que lhe deu até um túmulo novo, nunca antes usado, cavado na rocha? Nossa Senhora…! Cristo seria acusado de conivência com os exploradores dos pobres e, pior, muito provavelmente seria acusado de ser beneficiado com privilégios dos ricos (afinal ganhou até um túmulo novo).

CONCLUSÃO

É alarmante! É triste ver como Cristo é hoje um Desconhecido.

O mundo não conhecer o verdadeiro Cristo a gente até compreende, afinal o mundo é pagão e, por isso mesmo, Cristo fundou sua Igreja, instituiu o Sagrado Magistério e envio-os ao mundo para pregar a verdade, converter e Batizar o povos, fazendo dos homens seus discípulos. Mas o pior é que, hoje, grande parte dos cristãos não conhecem o verdadeiro Cristo Jesus dos cristãos, conhecem e acreditam tão somente numa caricatura, no jesus da imprensa, no jesus de Leonardo Boff, no jesus a imagem e semelhança de Che Guevera, no jesus dos socialistas e comunistas… O jesus que nunca existiu na face da terra! Um arremedo abominável que não é o Jesus que morreu numa Cruz para nos salvar.

“Antigamente batizavam-se os convertidos. Hoje é preciso converter os batizados.” (Padre Antonio Vieira)

Ó, Jesus Cristo dos Evangelhos, o Verdadeiro Verbo que se fez Carne e habitou entre nós para nos salvar, tenha Misericórdia de nós e nos livre dos lobos inimigos da Verdade. Ó, Maria Santíssima do Bom Sucesso, Mãe de Deus e nossa Mãe, rogai por nós! Nos cubra com seu Manto Sagrado e nos proteja das mentiras e ciladas deste mundo. Amém!